sábado, 2 de junho de 2018

1978-06-02 - PROGRAMA DA LISTA C - Movimento Estudantil


LISTA C  

DIRECÇÃO
Presidente
ALBERTO T. AFONSO 438 2º/A CCI
Vice-Presid.
JORGE F. SOARES 724 2º/2ª CCI
Secretário –
ANTÓNIO M. CALADO 2396 2º/1ª CCI
1º Tesoureiro
LUÍS F. ALVES 745 2º/2ª CCI
2º Tesoureiro
J. CANOILAS COSTA 791 2º/1ª CCCA
Vogal (1)
ARMANDO JORGE  2º/3ª CCI
Vogal (2)
J. FERREIRA de CASTRO 229 8º/3ª UNIFICADOs

CONSELHO FISCAL
Presidente.
JOSÉ MANUEL MONTEIRO 435 2º/2ª CCI
1° VOGAL
TERESA D. VALES 2615 3º/5ª CGAC   
2º VOGAL
PAULO F. FARIA 1248 lº/2ª CCCA

MESA DA R.G.A.
Presidente
JOSÉ S. RAMALHO 420 2º/2ª CCI
1º Secretário
VICTOR J. CALDEIRA 196 8º/8ª UNIFICADOs
2º Secretário
AUGUSTO FROES 504 8º/3ª UNIFICADOs

ISTO É O APARTIDARISMO TOTAL
A FORÇA DO MOMENTO ESTÁ AGORA CONTIGO.

PROGRAMA DA LISTA C.

I
MANUTENÇÃO DO APARTIDARISMO.
Este ponto aparece em 12 lugar no programa da LISTA C pois ele é a base sólida para a perfeita passagem da teoria à prática deste mesmo programa. Como verdadeiros APARTIDÁRIOS que somos vamos ser sinceros e directos. Tencionamos proibir pura e simplesmente toda a propaganda política/partidária, quer ela seja anunciada, em cartazes feitos dentro da escola ou fora desta, quer venha anunciada oralmente, ou de qualquer outra maneira imaginável. Somos pelo seu aniquilamento total, recusamo-la não a admitimos nem a aceitamos. Compreendem?
Os nossos problemas são cada vez mais difíceis de resolver, exactamente devido à interferência de gente partidária nos assuntos de todos nós. Gente que apenas se preocupa em defender as suas próprias ideologias políticas, pouco se ralando com os interesses da maioria que nada tem a haver com o atraso racional das diferentes cores em causa.
Portanto, se vencermos estas eleições, será à base dos votos duma MAIORIA APARTIDÁRIA que não se revelou o ano passado, mas que existe realmente nesta escola, e que esperamos este ano faça uso da sua melhor arma: - O peso da sua força através do voto estultamente APARTIDÁRIO.

II
DESPORTO A NÍVEIS INTERNO E EXTERNO.
A LISTA C depois de formar a A.E. iniciará uma nova etapa no campo desportivo quer dentro quer fora da escola. Assim, serão realizados a curto prazo um campeonato de basquete e de voleibol, seguindo-se a médio prazo um torneio de futebol e outro de andebol. Regularmente procuraremos a participação de outras escolas e liceus no nosso âmbito desportivo, de modo a ser criado um intercâmbio e um conhecimento mais generalizado entre o nosso e, outros estabelecimentos de ensino.
Estaremos como é natural, à espera de propostas que venham juntar-se às nossas para um mais completo calendário desportivo.

III
A SALA DE CONVÍVIO.
Tencionamos remodelar o funcionamento da sala de convívio, o que não significa que tivéssemos apreciado o trabalho que a presente Associação fez duma maneira reprovativa. Pelo contrário.
Mas a verdade é que tencionamos substituir um dos jogos de bilhar por um jogo de matraquilhos, que se tornará mais rendoso e ao mesmo tempo será útil para diversificar os entretenimentos existentes.
Pensamos arranjar um dispositivo tal na aparelhagem musical da sala de convívio, que permita um aproveitamento de som de dentro da sala para fora desta ou seja, para o pátio principal. Isto será especialmente benéfico aos intervalos e à hora do almoço, dado muita malta não entrar (por qualquer razão) na sala de convívio.
NÃO HAVERÁ QUALQUER DIA DEDICADO ESPECIALMENTE AOS SÓCIOS DA A.E.

IV
A SECÇÃO DA CRECHE.
Na secção da creche, conforme todos vocês devem saber, existem vários problemas, um dos quais é a existência do próprio edifício que se encontra em estado lastimável. Por incrível que pareça há por lá uma papelaria onde outrora o serviço a ela destinada era regularmente feito, e que presentemente se encontra fechada. É pois do nosso interesse e de todos quantos se encontram nesse reles edifício, que essa papelaria torne a exercer as suas funções a fim de evitar a sempre incómoda deslocação à rua dos alunos que necessitam de qualquer artigo.
É também do nosso conhecimento que várias salas da secção da Creche se encontrão fechadas, em perfeita e calma repartição de espaço com alguns bichos menos simpáticos (ratos, aranhas, baratas, etc.), que aproveitam para lá se reproduzirem com invejável à vontade. Faz parte dos nossos planos transformar, uma dessas salas em sala de convívio, apesar das condições não serem as melhores para que tal aconteça. Contudo planeamos mesmo adquirir alguns jogos para essa possível sala, no sentido de tornar menos monótona a vida nessa cavalariça da época bizantina, onde funciona em pleno séc. XX a secção da Ferreira Borges (na Creche).

V
TEMPOS LIVRES.
Tencionamos prosseguir a passagem de filmes que a presente A.E. tem conseguido cá trazer, com a pequena alteração de procurarmos uma maior divulgação de filmes musicais que possuímos. (YES - DEEP PURPLE - PINK FLOYD - EMERSON L. & PALMER) e mais um ou outro no género. Aproveitamos para nos congratularmos com a boa ideia que a A.E. teve ao pensar nas projecções dos filmes até aqui passados, e aproveitamos também para deixar bem, expressa a nossa abertura a todas as propostas para a passagem de filmes e slides, vindas de todos vós, que serão ou não aceites conforme as possibilidades do momento. Caso alguém possua filmes seus e esteja interessado em cede-los para passagem, é só questão de contactar connosco, já sabem.
Daremos todo o apoio a iniciativas sejam de que, cariz foram (excepto comícios), desde colóquios a exposições (nada de partidarismos), passando por grupos por grupos de trabalho; - teatro, desporto, etc., enfim, será alvo de toda a atenção qualquer proposta vinda até nós assinada individual ou colectivamente.
Englobamos nas actividades a juntar aos tempos livres cuja A.E. tentará levar a efeito, visitas aos mais diversos e imagináveis lugares, onde todas as turmas serão contempladas conforme a 1ª hipótese se afigure.
É nosso propósito realizar a médio prazo um concurso de histórias, contos ou outros tipos de trabalhos escritos a elaborar pelos estudantes que na competição desejem tomar parte, e no esperamos obter a ajuda de alguns professores de português. De igual modo tentaremos realizar um outro concurso em jeitos de exposição no campo dos trabalhos manuais, onde esperamos poder contar com a ajuda organizativa dos professores dessa disciplina.

VI
SELOS FISCAIS.
Uma coisa que sempre nos chateia imenso de cada vez que nos matriculamos no ano seguinte ou nas inscrevemos em algum exame ou disciplina, é o facto de não haverem selos fiscais na secretaria da escola. É um caso que até hoje não tem merecido a atenção devida mas que pelo nosso lado vai ser um ponto a discutir com o Conselho Directivo, pois acreditamos ser possível dar um jeito neste estado de coisas.

VII
INQUÉRITO
A LISTA C depois de subir ao nível, de A.E., levará a efeito um gigantesco inquérito entre os estudantes desta escola, no qual mediante uma série de perguntas nele contido procuraremos estar mais a par e em contacto com as diferentes ideias de cada um, isto a juntar ao facto de nos ser facilitado o trabalho de sabermos de um modo geral mas fiel, quais os problemas que mais afectam a vida escolar. Ficará assim a A.E. com, a hipótese de vir ainda a receber sugestões para a correcção de muitos erros que, sozinha, a dita organização não poderia resolver nem detectar.

VIII
ASPECTO PEDAGÓGICO.
Consideramos que o processo de representação dos estudantes nos Conselhos Pedagógico e Directivo não se está a efectuar como deveria, já que existem lá alunos com o cargo representativo ao qual concorreram. É pois necessário fazer as devidas substituições no sentido de virmos a ter uma completa e pormenorizada informação sobre o andamento regular das referidas estruturas, informação essa que até ao momento, ainda não se mostrou eficaz na comunicação entre representantes e representados, como aliás já tinha sido previsto por malta desta LISTA aquando das eleições há meses, (pelo processo de listas) para a representação no Conselho directivo.
Ainda sobre o aspecto pedagógico gostaríamos de deixar bem patente o nosso apoio a todas as iniciativas tomadas conjuntamente por prof./estud, com vista a um melhoramento de relações entre os mesmos que se apresente difícil, ou ainda em casos de ordem disciplinar que poderão ser resolvidos entre as partes envolvidas antes de tudo ir parar ao Conselho Pedag., desde que tudo seja discutido num clima de mútua compreensão e abertura a todas as justificações que terão precedido algo menos correcto de parte a parte.

IX
OS ESTATUTOS EM VIGOR.
Os estatutos da ex Lista A, presente A.E. afecta ao Partido do Centro (?) Democrático (?) Social (!!??), serão a curto prazo alterados e modificados na quase totalidade, pelo simples facto de serem contrários ao espírito desta LISTA, e não se enquadrarem nem permitirem o avanço deste programa. Será respeitada a maioria considerada para a possível alteração dos ditos estatutos, é evidente.

X
É do interesse desta LISTA que sejam criados mais textos de apoio para as disciplinas que não têm livro recomendado e para reforço daquelas que por si só, o livro não garante una completa e clara compreensão da matéria.
Vai ser criada una secção especial à qual será dada o serviço de recolha de livros e textos de apoio no fim de cada ano lectivo, de alunos que deixem de necessitar dos mesmos e que servirão porventura para outros estudantes chegados ao ano correspondente ao qual pertencem os citados volumes e apontamentos. Aos estudantes em que se comprove maior dificuldade económica será dada prioridade de adquirirem os apontamentos em questão.

XI
OS NOVOS REGULAMENTOS DA ESCOLA.
Determinados pontos do novo regulamento interno da escola, deixaram-nos um tanto ou quanto baralhados, estupefactos, (de boca aberta). Numa sociedade "democrática" como está na moda chamar a esta terra, não compreendemos, nada mesmo que numa escola secundária, em que criancinhas entre os 12 e os 20 anos, estejam subordinadas a regulamentos e normas aprovados sem uma prévia consulta ou pedido de satisfação aos mais directamente interessados. Estes regulamentos aparecem sem, o intuito de darem alternativas ou conselhos, (apesar de assim parecer à 1ª vista), mas sim com a intenção de tornar isto numa espécie de guerra, em que professores, estudantes e empregados se empregam a fundo (alguns claro), no interesse de preconceitos já ultrapassados pela lógica e pelo tempo, nas que alguns tentam esticar por não sabemos quanto tempo mais. Os pontos mais alvos de crítica serão pois:- 2.1.1. - 2.1.4. - 2.3. - 3.3. - 3.5.- 5.3. - (Consultar os regulamentos em causa ou a LISTA C).
Reconhecemos que muita coisa está errada, mas não será certamente com normas deste estilo que se resolverão os problemas que pairam no ar. O dia-a-dia é bem diferente das palavras vãs dum simples papel.

XII
O TEU CAPÍTULO.
Este último capítulo é todo teu. (Deveria ser logo o 2º mas vem ainda a tempo). É-te dedicado a ti que estudas nesta escola, Compacte-te dividir este capítulo era pontos, que dado os seus aspectos críticos, objectivos, directos, reveladores das tuas ideias, aspirações, vontades, e finalidades, serão progressivamente anexadas ao nosso programa, da A.E. pois, que desse modo se revelará como a tua principal defensora frente aos que desejassem ver suprimidos os teus direitos como pessoa, tentando transformar-te numa simples peça do progresso diabólico rumo ao fim do mundo.
Fica sabendo que apenas 20 ou 25% daquilo que te ensinam na escola te servirá um dia para sobreviveres no meio desta sociedade paralisada pela submissão, pelo egoísmo e pelo desespero. É teu dever o de construíres o teu futuro, É teu e de mais ninguém o dever de te afirmares e lutares por ti. É teu o dever de destruíres todo aquele que tente impedir-te de viver.
Nada nem ninguém pode conseguir fazer-te crer que desejamos ajudar-te a conquistar o que é de todos nós, meu ou teu… - Nenhuma história da carochinha pode convencer-te de que somos verdadeiramente APARTIDÁRIOS contra a política nas escolas (partidária, claro está), e que não tencionamos implantar upa anarquia desvairada no lugar que a A.E. representa e deve ocupar. Nada, a não ser a nossa eleição para o cargo e a realidade que cada um de nós conseguirá criar ante os olhos dos descrentes.
Somos assim. Talvez (é claro), que não sejamos aproximados da perfeição nem sequer à prova de erros. Não estaríamos aqui caso assim fosse... Porém, se reflectires ara pouco no programa que acabaste de ler, verás certamente que por agora e para agora não há melhor. Não tens realmente melhor por onde escolher em qualidade, apesar de teres muito por onde ir na quantidade.
Nós também não temos melhor tal como tu, foi por isso que nos candidatámos. Gomo não somos fanáticos, não imploramos o teu voto, mas como faz parte da prache.    

VOTA NO APARTIDARISMO TOTAL.
FORÇA DO MOMENTO ESTÁ AGORA CONTIGO




Sem comentários:

Enviar um comentário