terça-feira, 29 de maio de 2018

1973-05-00 - Enzima Nº 05 - Movimento Estudantil


Para ver todo o documento clik AQUI
EDITORIAL

1 - Sendo alvo, particularmente nestes últimos anos de medidas governamentais que visam limitar a sua actividade, e ainda e sobretudo devido à incompreensão por parte de muitos "estudantes de vanguarda" quanto ao verdadeiro papel das AAEE, na satisfação dos interesses estudantis, tem-se nalgumas destas menosprezado a sua actividade de serviços (Cultural, Convívio, Desportiva, etc.) que até agora e apesar de tudo têm sido amplamente mobilizadoras dos estudantes quando levadas a cabo.
2 - Como o movimento associativo não é nenhuma entidade abstracta mas antes algo que se concretiza na medida em que serve os estudantes no conjunto dos seus interesses, a limitação do campo de actividades das AAEE resulta na redução de apoio de massas pelo afastamento dela de muitos estudantes.

É justamente este apoio combativo que nos momentos em que as acções repressivas são mais violentas (como o actual) e necessário assegurar por forma a conseguir vitorias duradouras para o M.A..
3 - A par da luta contra a repressão, pela libertação dos estudantes presos, pela saída dos vigilantes e revogação do decreto que os institui, o reforço do M.A. na nossa escola e o alargamento da sua actividade a novas campos são tarefas que neste momento se nos poem.
4 - Neste sentido o Enzima desempenha um importante papel. Abordando os principais problemas que nos afectam e divulgando outros artigos de ordem cultural (para a elaboração dos quais todos os estudantes podem contribuir) deve ser um efectivo elo de ligação e unidade entre todos os estudantes, e entre estes e a Associação.


Sem comentários:

Enviar um comentário