quinta-feira, 6 de julho de 2017

1977-07-06 - As nossas razões de apoio à Lista C - Sindicato Professores Z.N.

ELEIÇÕES PARA OS CORPOS DIRECTIVOS
SINDICATO DOS PROFESSORES - ZONA NORTE
9 DE JULHO 1977

As nossas razões de apoio à Lista C
Unir a classe por um Sindicato forte e representativo

A eleição dos futuros Corpos Gerentes do Sindicato dos Professores da Zona Norte não pode deixar indiferente uma numerosa classe profissional que, como a nossa, é indispensável à consolidação da democracia, mas cujos grandes problemas continuam ainda hoje por resolver.
Condição preliminar para a resolução desses problemas é a intensa dinamização da nossa vasta massa associativa, cujo actual estado de desmobilização, contrasta, impressionantemente, com a gravidade e urgência de que eles se revestem. Isto não pode continuar assim! O professorado tem de escolher dirigentes sindicais que o ajudem a organizar-se como classe profissional, dirigentes que se não limitem a apelar para chavões eleitoralistas transformando cada espaço do acto eleitoral num acto de demissão colectiva.

É urgente uma reestruturação das actuais formas de actividade sindical. A remodelação que se impõe deve abranger uma definição clara e responsabilizadora das próprias regras de funcionamento de gestão. Tem de possibilitar a reanimação dos núcleos sindicais de base, de descentralizar oportunamente alguns serviços, empenhando nessa reanimação alguns serviços, as próprias delegações, subdelegações e núcleos de base, após um estudo atento das respectivas potencialidades. Essa remodelação deve estimular a colaboração coordenada de grupos de trabalho, deve articular todo um sistema eficaz de informação interna. Deve igualmente estabilizar o nível das receitas e criar as condições básicas de uma racional gestão de fundos.
Só na base de uma classe fortemente unida e consciente, através de uma luta e de um trabalho largamente participados, só em estreita cooperação com os outros sindicatos congéneres é possível definir uma estratégia correcta de defesa dos legítimos direitos e aspirações do professorado. É indispensável que a voz colectiva do professorado se faça ouvir na definição da política do ensino, na sua progressiva democratização, na criação de condições quer material, cultural e moralmente dignifiquem os docentes e o ensino. É preciso que todos os docentes tenham oportunidade de rápida e competente profissionalização, gozem de inteira segurança sócio-profissional, disponham de meios para a sua actualização permanente nos domínios científico e psicopedagógico, de modo que a carreira docente fique aberta em todos os sentidos e dependa exclusivamente da votação de cada qual, em vez de estagnar, para a grande maioria, por carência de oportunidades e de estímulos.
O cumprimento dos desideratos que atrás se resumem consideramo-lo garantido quer pela larga representatividade da composição da LISTA C — POR UM SINDICATO FORTE E REPRESENTATIVO —, quer pela justeza dos objectivos sócio-profissionais gerais e sectoriais que o programa dessa lista apresenta. Por isso declaramos apoiar essa lista. Por isso nos dirigimos a todos os colegas, no sentido de, independentemente de qualquer ideologia política ou outra, possibilitarem a eleição de uma equipa de gestão sindical da LISTA C, que se mostra inteiramente capaz de enfrentar os problemas que actualmente preocupam a classe dos professores portugueses.

UNIR A CLASSE
POR UM SINDICATO FORTE E REPRESENTATIVO
Porto 6 de Julho de 1977

— Abel Correia Godinho — Esc. n.° 53
— Alberto Amaral — Fac. de Ciências
— Alda Varela — Esc. Preparatória Maria Lamas
— Álvaro António Teixeira de Mesquita
— Alvarina da Conceição M. A. Machado — Esc. Anexa ao Magistério Porto
— Amândio Silva — Escola Superior de Belas Artes
— Ana Maria Brito — Faculdade de Letras
— Ana Maria Ambrósio Sarapicos Cardoso — Escola do Magistério
—  Ana Paula Quintela — Faculdade de Letras
—  Arfeolinda Isabel Clemente — Fac. de Letras
—  André Matos Óscar
—  Ângelo de Sousa — Escola Superior de Belas Artes
—  António Fernandes Magalhães
—  António Pinto — Escola do Magistério Primário Porto
—  Armando de Castro — Faculdade de Economia
—  Arsénio Saldanha de Magalhães — I.S.C.A.P.
—  Carlos Manuel Ataíde Coelho da Rocha — CPES
—  Carlos Mendes — I.S.C.A.P,
—  Célia M. Sesinando B. M. Alves — Escola Primária n.° 53
—  Dalila Maria Silva Lopes — I.S.C.A.P:
—  Deolinda da Graça Leite de Barros — Escola Primária n.° 60
—  Domingos Pinho — ESBAP
—  Eduardo Calvet de Magalhães — ESBAP
—  Eduardo Peres — I.S.C.A.P.
—  Eurico Telmo de Campos
—  Fernando Manuel Perecra de Noronha  Faculdade de Ciências
—  Fernanda Dantas — Faculdade de Letras
—  Gonçalo Vilas-Boas — Faculdade de Letras
—  Heitor de Melo Carneiro
—  Joaquim António Santos Simões — Escola do Magistério Primário Gui.
—  Jorge Aparício Ferreira Miranda
—  Jorge Ferras
—  José Fernando Nogueira — ISCAP
—  José Gomes Bento — Escola do Magistério Primário Porto
—  José Lopes Craveiro da Costa — Escola do Magistério
—  José Morgado — Faculdade de Ciências
—  José Rodrigues — ESBAP
—  Laureano Guedes — ESBAP
—  Luiseta Maria Pereira
—  Luís Dennée — ESBAP
—  Luís Jorge de Oliveira Dias — Faculdade de Engenharia
—  Manuel Augusto da Silva e Sousa — Escola Prep. António Nobre Matosinhos
—  Manuel Santos Martins — ISCAP
—  Manuel Ramiro Teixeira Veríssimo — ISCAP
—  Manuel Veloso Gomes — Esc. Prep. Gomes Teixeira
—  Manuela Camila G. Alves Pimenta — Esc. Primária n.° 54
—  Manuela Renata Valente de Carvalho — ISCAP
—  Margarida Lieblich Losa — Faculdade de Letras
—  Margarida Maria Guimarães
—  Maria Açucena Matias das Neves
—  Maria da Conceição Teles Franco
—  Maria Eugénia Faria — Esc. Prep. António Nobre Matosinhos
—  Maria de Fátima Pato Cardoso
—  Maria da Glória Padrão — Fac. de Letras
—  Maria Isabel Machado
—  Maria José de Melo Ferreira
—  Maria José de Jesus — Maria José Godinho
—  Maria Manuel G. C. Pinho
—  Maria Natália de Almeida d’Eça — Esc. Prep. Gomes Teixeira
—  Mariana da Conceição de M. A. Machado
—  Maria Teresa Osório da Costa Pereira Seixas — Esc. Prep. Ramalho Ortigão
—  Marília Gomes de Oliveira — Esc. n.° 54
—  Natércia Gomes de Oliveira
—  Natércia M. de Fátima T. de Almeida
—  Noemi Ricca Gonçalves
—  Norberto Lopes de Oliveira
—  Norma Tasca — Fac. de Letras
—  Óscar Lopes — Fac. de Letras
—  Pedro Barbosa — Fac. de Letras
—  Teresa de Jesus de Moura


VOTA LISTA C

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo