sábado, 24 de junho de 2017

1977-06-24 - COMEMORAÇÕES DO l.º DE JULHO - AAP-C

COMEMORAÇÕES DO l.º DE JULHO
56° ANIVERSÁRIO DA FUNDAÇÃO DO PARTIDO COMUNISTA DA CHINA

DIA 1 — VOZ DO OPERÁRIO
ASSOCIAÇÃO DA AMIZADE PORTUGAL-CHINA

O nascimento do Partido Comunista da China, há 56 anos atrás, marcou o começo da fase superior da luta milenária travada pelo Povo chinês contra a escravidão, o feudalismo e a dominação imperialista.
As lutas que, até aí, não beneficiavam da direcção do Partido Comunista, passaram a tê-la, e essa foi a razão fundamental da Vitória da Revolução Chinesa. Não só durante o período da libertação até à tomada do Poder político, como já no período da ditadura do proletariado, em que as lutas de classe tomara e tomam por vezes formas encarniçadas, a existência do Partido Comunista revelou-se fundamental para levar a Revolução até ao fim.

O aniversário da fundação do Partido Comunista da China é uma data particularmente querida para o heróico Povo chinês.
Os Povos do mundo inteiro são sensíveis à caminhada gloriosa do Povo chinês na sua luta árdua pela libertação, às brilhantes vitórias do seu Partido e à clarividência e ao contributo teórico do incontestado chefe da Revolução chinesa, o Presidente Mao Tsetungv.
Também o Povo português é sensível a esta histórica data, pelo que a Associação da Amizade Portugal-China conclama todos os seus sócios, todos os sinceros amigos da China, democratas, patriotas, antifascistas é anti-social-fascistas a participarem e a darem o seu apoio vivo e caloroso nestas comemorações.
VIVA O 1º DE JULHO!
VIVA A AMIZADE FRATERNA
ENTRE O POVO PORTUGUÊS E O POVO CHINÊS!

Lisboa, 24 de Junho de 1977.

PROGRAMA
21.00 h — Abertura de uma exposição de reproduções de pinturas de operários e camponeses e de outra subordinada ao tema «Porque não há inflação na China».
— Feitura de uma banca com postais chineses de artesanato.
21.30 h — Sessão solene de abertura, com intervenções alusivas à histórica data do 1.° de Julho.
— Projecção do filme chinês de longa metragem, colorido, em 35 mm, «SOL RADIOSO».

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★

«SOL RADIOSO»

Filme de longa metragem, colorido, em 35 mm, foi rodado em 1974 nos «Estúdios Cinematográficos de Changchun» e constitui mais um belo exemplo do novo cinema chinês que a Associação da Amizade Portugal-China tem a honra de trazer junto do Povo português.
A sua acção decorre no ano de 1956 numa cooperativa agrícola da vila camponesa Tongchanwou, na China Setentrional, em pleno movimento de cooperação agrícola, numa altura em que todo o Povo chinês se encontrava empenhado com todas as suas forças numa heróica luta pela construção da sociedade nova.
A luta entre o novo e o velho, entre a via capitalista e a via socialista está patente neste filme.
Dever-se-ia intensificar o movimento de cooperação agrícola, defender as vitórias da revolução e ousar superar as dificuldades contando com as próprias forças, ou antes pelo contrário, atacar este movimento e a via socialista, restaurar o velho e defender o passado?
Nesta árdua luta de classes, Siao Chang Chun, secretário da célula do Partido e director da cooperativa agrícola, apoiando-se na direcção superior do Partido e ligando-se intimamente às massas, soube combater e denunciar todos os complots do inimigo de classe.
Este filme mostra o empenho e a firmeza de que estão imbuídas as amplas massas do Povo chinês de persistir na via socialista, tendo corno guia a linha revolucionária proletária do Presidente Mao Tsetung e do Partido Comunista da China.
A vila de Tongehanwou continuou ensolarada pelo sol radioso do socialismo.

ASSOCIAÇÃO DA AMIZADE PORTUGAL-CHINA
CALÇADA RIBEIRO SANTOS, 37, 1º — LISBOA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo