sexta-feira, 23 de junho de 2017

1977-06-23 - BOLETIM DO DEP. DO LUTA POPULAR Nº 8 - FEML

BOLETIM DO DEP. DO LUTA POPULAR Nº 8 da Organização Regional de Lisboa da FEM-L
23/6/77

APRENDER COM OS EXEMPLOS AVANÇADOS
Terminou a Campanha pela Venda Integral da Edição e a nossa Organização vendeu 1478, ficando a 272 jornais do objectivo que nos propusemos atingir, podemos concluir que a maioria das células e dos quadros compreenderam a importância da Campanha e se esforçou para cumprir os objectivos.
A maioria das nossas células mostraram-se logo de início dispostas a cumprir o objectivo e venderam nos dois primeiros dias mais de 10% dos jornais, atingir, rapidamente o objectivo.

No entanto houve um conjunto de escolas e de células que não compreenderam o significado e a importância desta Campanha, cometendo uma série de erros que devem ser analisados. A maioria das células que não cumpriram os objectivos não reuniram, não fizeram planos para a venda do jornal, não prepararam as condições para formarem brigadas de venda na rua e na escola, não ligaram a Campanha aos aderentes e aos simpatizantes, não os mobilizaram para contribuírem para a venda e houve muitos que nem o Jornal compraram, não ousaram dirigir-se as massas, discutir com elas o jornal, não fizeram uma correcta venda militante, propagandeando o jornal de uma forma estereotipada e que não despertava o interesse das massas pelo nosso Órgão Central, guardaram para o fim a venda do jorrai, não o fazendo nos dois primeiros dias, andando depois muito atarefados a tentar vender o jornal no último dia. Estes foram no essencial os erros cometidos nesta Campanha.
Cada célula deve fazer o balanço da Campanha, apontar os erros e as vitórias e tirar as lições de cada um. Há que discutir, corrigir os erros e ultrapassar as insuficiências,
Esta campanha mostrou um bom espírito por parte das células e criou as condições para mudarmos a nossa atitude face ao Órgão Central. Há que persistir no bom caminho, para ousarmos obter novas vitórias.

JORNAIS VENDIDOS: 1478
PAGAMENTO: 15 054$00
DÍVIDA: 2446$00
Pagamento até Sábado às 22 Horas!

O Departamento do Luta Popular pensa que a Campanha pela Venda integral da Edição criou as condições para uma alteração do número de jornais recebidos por cada escola. Nesse sentido apresentamos um novo quadro de jornais a receber por cada escola, com base no número de jornais vendidos nos dois primeiros dias da Campanha.
Cada escola deve levantar, já hoje, este número de Jornais e na próxima reunião do Comité Regional os responsáveis discutirão esta questão e serão fixados os objectivos de cada célula.
ISE – 80
Direito – 95
Medicina – 50
IST – 25
Letras- 60
Ciências – 30
Artes Plásticas – 30
Arquitectura – 12
Farmácia – 15
ISA – 8
ISCAL – 20
ISCTE – 15
ISEF – 20
ISCSP – 4
ISPA – 10
ICBL – 20
ETE – 5
A. Ravara – 3
D. Pedro V – 20
D. Dinis – 25
Portela – 10
Olivais – 10
G. Vicente – 5
D. Leonor – 45
Pupilos – 5
D. Amélia – 5
D. J. Castro – 10
Marquês de Pombal – 10
F. Borges – 3
F. Benevides – 5
Passos Manuel- 20
M. Castro – 15
Josefa d'Óbidos – 8
D. Maria I – 8
V. Beirão – 55
Camões – 18
Pedro Nunes – 25
Oeiras – 5
Estoril – 5
Carcavelos – 10
Luísa de Gusmão - 15
A. Domingues - 25
Amadora – 20
Queluz – 15
Cacém - 10
Candidatos – 10
Cooperativa – 25
Pioneiros – 15
Vila Franca – 20
Torres Vedras – 10

Cumprir estes objectivos e permitir por em prática o nosso plano, as Teses sobre a Imprensa do Partido e mudar a nossa atitude face ao Luta Popular. Há que compreender este combate, olhar para os exemplos que nos deu esta campanha e avançar para novas e maiores vitórias.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo