domingo, 18 de junho de 2017

1977-06-18 - BOLETIM N° 8 da Organização Regional de Lisboa da FEM-L

PROLETÁRIOS DE TODOS OS PAÍSES, POVOS E NAÇÕES OPRIMIDAS DO MUNDO, UNI-VOS!

LUTA POPULAR

BOLETIM N° 8 18/6/77
DO DEP. DO LUTA POPULAR da Organização Regional de Lisboa da FEM-L

ANDAR MAIS, MELHOR E MAIS DEPRESSA!
São passados dois dias da CAMPANHA PELA VENDA INTEGRAL DA EDIÇÃO, a situação na Organização Regional de Lisboa não é a melhor, não se deram passos decisivos e firmes para alcançar o objectivo.
Estes dois dias eram decisivos para a vitória da Campanha, os estudantes estavam na escola e as condições de venda eram melhores. Para podermos atingir o objectivo havia necessidade de vender nos primeiros dias 75% dos Jornais, no entanto isso não aconteceu, o número de jornais vendidos não chegou aos 50%.

Esta situação leva a que nestes dois últimos dias a venda se intensifique de forma a que todas as células cumpram os objectivos.
Esta campanha tem mostrado duas posições e duas atitudes face ao jornal, aquela que tenta resolver todos os problemas e avança no cumprimento dos objectivos, aquela que não se preocupa em resolver os problemas, desleixa a venda e não se esforça no cumprimento dos objectivos.
O exemplo de Artes Plásticas que no primeiro dia vende 30 jornais na escola, só em duas turmas, cumprindo logo o objectivo; O exemplo do Liceu D. Leonor que já atingiu os 100%, com uma boa venda na escola; O exemplo de Direito que só na escola já vendeu 95 jornais, é com estes exemplos que nós devemos aprender, há que falar com os camaradas destas escolas e saber os métodos que elas utilizaram para vender os jornais. Estes exemplos são uma prova de que se houver um bom trabalho entre as massas se obtém vitórias.
No entanto se há células que se esforçam por atingir os objectivos elas ainda são poucas. Das 54 escolas que levantam o jornal só 16 ultrapassaram os 50%. Isto prova que muitas células ainda não compreenderam a importância da Campanha e estão a guardar para o último dia a venda do jornal.
Há que intensificar as brigadas de venda na rua, ir porta a porta, percorrer os cafés, os cinemas e os teatros, fazer uma intensa propaganda do nosso Órgão Central. Estas são as condições para se alcançar os objectivos.
NÃO PODEMOS PERDER UM MINUTO, NEM UM JORNAL PODE PICAR POR VENDER!

JORNAIS VENDIDOS: 811

Já atingiram o objectivo
ARTES PLÁSTICAS
ISCSP
D. LEONOR
LICEU DE VILA FRANCA

Atingiram os 70%
DIREITO (76%)
CIÊNCIAS (71%) 
ISEF (80%)
D. PEDRO NUNES (91%)
AMADORA (80%)

Atingiram os 50%
M. AMÁLIA (68%)
ISE (67%)
ARQUITECTURA (65%)
A. DOMINGUES (62%)
A. RAVADA (60%)
PIONEIROS (56%)
D. Dinis (55%)
OLIVAIS (53%)

Não venderam nada
ISCTE
ISPA
ETE 
JOSEFA D‘OBIDOS
F.BORGES
F. BESEVIDES
OEIRAS

O RITMO DA CAMPANHA NÃO DEVE ABRANDAR, MAS ANTES INTENSIFICAR-SE!

LUTAR PELO CUMPRIMENTO INTEGRAL DOS OBJECTIVOS!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo