domingo, 14 de maio de 2017

1972-05-00 - Engenharias 1º DIA DE GREVE - Movimento Estudantil

Engenharias
1º DIA DE GREVE

Às 8h de sábado piquetes destinados a fazer cumprir a greve decidida em Reunião Geral de Engenharias, começaram a informar, alunos e professores do que se passava e, primeiramente em discussão tentar convencer os professores a não darem aulas, para evitar problemas de faltas. Assim aconteceu em Física III (teórico-prática),... Em análise matemática IV a professora chegou a concordar em não dar aula; mas, insistindo com dois alunos estudantes entrou e fechou-a. Era o primeiro “furo” à greve e o piquete resolveu entrar na sala de novo, para tentar convencer os dois alunos a saírem. A professora sentindo-se "atingida” no seu papel de autoridade, reagiu e os dois alunos, embora sem argumentos, não saíram da aula, não tendo o piquete tomado qualquer atitude, erradamente. Entretanto os piquetes foram sendo aumentados por alunos que chegaram.

Às nove horas não houve qualquer aula incluindo a segunda prática da mesma professora de Análise IV.
Às dez horas o "piquete" não conseguiu impedir a entrada de 21 alunos na segunda teórico-prática de Física III, mas em contrapartida não houve práticas de Análise II, Física I e III, Química Analítica e Química Orgânica e às onze horas teórica de Química Inorgânica do Professor João Cabral, tendo saído da aula não só alunos de Engenharia mas também de Licenciaturas.
A seguir os alunos reuniram-se em frente ao gabinete do Sub-director onde foram informados de que ainda não havia resposta à nossa resposta, não estando o Sub-director presente. Continuando o processo de luta, programado na sexta-feira, realizou-se uma REUNIÃO GERAL DE ALUNOS, com a seguinte ordem de trabalhos:
1º Informações
2º Análise da situação
3º Medidas a tomar
Deu-se inicio à reunião começando por informar as pessoas dos acontecimentos até então ocorridos.
Houve uma intervenção do nosso colega Subida, em que pôs em dúvida a representatividade da Reunião Geral de Engenharias, tentando lançar a confusão, tendo no entanto no decorrer dessa Reunião exposto as suas ideias, sem discutir a validade da referida Reunião que decretou a Greve.
Em seguida surgiu uma proposta no sentido da expulsão deste estudante (em virtude das posições anti-associativas e provocatórias por ele assumidas) elemento da Comissão de Curso de 1º ano de Mecânica, o que foi aprovado.
Analisou-se em seguida a situação das Licenciaturas, sobretudo nas cadeiras comuns aos cursos de Engenharia tendo-se proposto a unidade militante dos Cursos de Licenciaturas, nestes casos, na adesão à greve.
Surgiu em seguida uma proposta de serem abertas as inscrições, no bar, para as secções de Prestação de Serviços, Pedagógico-cultural, Convívio, Jornal o que incluía ainda a saída deste comunicado tendo sido aprovada por unanimidade. Esta Reunião terminou perto da 1 hora da tarde.
Quando não eram ainda 14 horas já lá se encontravam bastantes alunos que no entanto não impediram a entrada de alguns alunos na teórica de Física IV. Durante esta aula todos os alunos que ali se encontravam, certa de 80, mantiveram-se permanentemente a cantar e a gritar frases adequadas à situação como "ABAIXO OS TRAIDORES", etc. impedindo completamente o prosseguimento da aula, tendo no entanto os alunos e o professor mantido dentro da aula durante todo o tempo, mas os alunos para saírem escolheram a porta do andar inferior.
Na aula de Física I às 3h não houve problema e na teórica de Física III às 4h entraram apenas 3 alunos, pela Biblioteca de Ciências tendo saído pelo Laboratório de Química do átrio de trás.
Entretanto em Letras decorreram 2 aulas de Desenho II e Física I tendo em cada aula furado um aluno.


HOJE CONTINUA A GREVE.
RESPOSTA DO DIRECTOR AINDA NÃO VEIO E A NOSSA PROPOSTA DE FREQUÊNCIAS MANTÉM-SE DE PÉ. ACABA HOJE O PRAZO QUE ELE DEU PARA DAR A RESPOSTA. EM CONCENTRAÇÃO ÀS DEZ HORAS E UM QUARTO IREMOS BUSCÁ-LA AO GABINETE DA DIRECÇÃO. A SEGUIR HÁ UMA NOVA REUNIÃO GERAL DE ALUNOS PARA DECIDIR DAS MEDIDAS A TOMAR. INCORPOREMO-NOS NOS PIQUETES DE VIGILÂNCIA, CUMPRAMOS ACTIVAMENTE AS NOSSAS DECISÕES.

REUNIÃO GERAL DE ALUNOS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo