sexta-feira, 24 de março de 2017

1977-03-24 - DUAS CLASSES DUAS POLÍTICAS DUAS SOLUÇÕES - PCTP/MRPP

Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP)

DUAS CLASSES DUAS POLÍTICAS DUAS SOLUÇÕES

TODOS AO COMÍCIO 25/3 21H - PAVILHÃO DESPORTOS

1. Enquanto a burguesia pensa ter encontrado a solução para a crise descarregando sobre o Povo o peso dessa mesma crise, nomeadamente através de medidas consubstanciadas na instituição do "cabaz da fome", congelamento dos aumentos a partir de 15%, etc. o proletariado procura encontrar também ele a sua própria solução. Salvar o capitalismo da crise aumentando desenfreadamente os seus lucros e agravando desmedidamente a exploração dos operários, liquidando centenas de pequenas e médias empresas e concentrando ainda mais a riqueza nas mãos dos monopólios controla dos por imperialistas e social-imperialistas, lançando centenas de milhares de trabalhadores no desemprego, fazendo abater a fome sobre o Povo, vendendo o País a retalho e reprimindo violentamente o movimento de massas (com as tais "medidas de ordem pública" que o Governo mantém secretas…) — eis a natureza da política do Governo cujo partido vos prometeu o paraíso sobre a terra, vos enganou com a demagogia da "paz e da abundância" e vos mentiu com "socialismo dos cravos" (agora para daqui a 4 anos…) só que o Dr. Soares é por demais anafado para ser a rainha da lenda, os cravos não se transformaram em pães e do regaço do chefe do Governo o que se abate sobre o Povo é a dor e a miséria.
2. Todos os partidos da burguesia desde o C"DS" ao P"CP se puseram de acordo quanto à política anti-popular do Governo.
C"DS" e P"PD" manifestam o seu apoio, mas as medidas deviam ser mais intensas, e o P"C"P finge "criticar" o Governo para, na realidade com ele e a classe dos capitalistas, consolidar o famigerado "pacto social", o pacto da venda dos operários, o acordo de partilha de poder da burguesia entre fascistas e social-fascistas num Governo de "maioria de esquerda", para o qual Barreirinhas Cunhal conta trepar servindo-se de escadote da luta dos operários e camponeses.
Que cada proletário tire as lições da sua própria experiência; Se interrogue acerca das promessas do partido do Governo, faça o balanço da situação a que o conduziu a política de vende-operários e de traição do P"C"P revisionista, adestre as suas forças e cerre fileiras sob a bandeira que o possa levar à vitória.
3. Se assim o fizer, concluirá que o único partido que desde sempre teve à sua vanguarda — lutando contra a demagogia, a mentira e o carácter reaccionário das "austeridades", “dias de trabalho para a Nação”, "cabazes da fome"; nas suas diferentes modalidades dos I ao VI Governos Provisórios e ao Governo Constitucional dos Spínolas a Gonçalves ao Soares — foi e é o PCTP/MRPP.
Se assim o fizer, verá que o único Partido que arrostando toda a espécie de calúnias, de perseguições e medidas anti-populares, sempre ousou desmascarar toda e cada uma das medidas repressivas dos diversos governos e políticas do capital, desde fascistas a social-fascistas, indicando que havia 600.000 desempregados quando o Poder dizia que mentíamos, para depois ter de revelar a verdade; prevendo desde Abril de 76 que iria dar-se a desvalorização quando nos acusavam de "especuladores"; avisando que outra não podia vir a ser a política do Governo "socialista" quando ainda largos sectores do Povo tinham ilusões nas suas promessas — que esse Partido foi, e é o PCTP/MRPP.
4. Face a toda esta demagogia o PCTP/MRPP apresentará o seu Programa, o Programa dos operários e camponeses. Programa que passa entre outras coisas, pela:
- Expropriação das terras dos latifundiários e grandes agrários e sua entrega aos assalariados rurais e aos camponeses pobres/ sem "direito de reserva" nem indemnização
- Nacionalização de todos os monopólios estrangeiros (da TIMEX A AMINTER)
- Aplicação imediata da semana das 40 Horas
- Aplicação do Controlo Operário
Estes são alguns dos pontos do nosso Programa que será amplamente exposto pelo camarada Arnaldo Matos no Comício de 6ª feira, às 21 Horas,
ERGAMO-NOS CONTRA A FOME, A MISÉRIA E O DESEMPREGO!
LEVEMOS A PRÁTICA O PROGRAMA DOS OPERÁRIOS CONTRA A CRISE!
ADERE AO P.C.T.P.!

Lisboa, 24 de Março de 1977
CÉLULA DO PCTP/MRPP NA CP/LISBOA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo