sexta-feira, 3 de março de 2017

1977-03-03 - MANIFESTO - Sindicatos

COMISSÃO NEGOCIADORA SINDICAL

MANIFESTO

À POPULAÇÃO
AOS TRABALHADORES

Porquê a luta dos trabalhadores-da Construção Civil?
Como e do conhecimento dos trabalhadores e de todo o povo português o custo de vida tem subido assustadoramente, o poder de compra cada vez e mais reduzido para, a população em geral, a recuperação capitalista está a ser um facto concreto neste País.
Os trabalhadores da Construção Civil desde 15 de Junho de 1974 que não vêem os seus salários aumentados nem as suas condições de vida melhoradas.
Por isso, diminuíram o seu poder de compra.
Por outro lado tem aumentado as contribuições e impostos aos trabalhadores, Previdência, Imposto Profissional, etc., o que neste momento leva a que os trabalhadores recebam menos salário do que recebiam do que em 1974.
E mais!...
Se tivermos em conta que a proposta de contrato foi entregue em 15 de Maio de 1975 e que, as associações patronais sempre se recusaram a negociar com os Sindicatos, e que os governos desde essa data também não tomaram posição sobre o assunto, o que podiam ter feito ao abrigo das leis vigentes;
Tendo ainda em conta que as associações patronais punham como condição fundamental para aplicação das tabelas salariais varias “facilidades“ tais como despedimentos, contratos a prazo, etc., que neste momento já as obtiveram.
Não podem os trabalhadores da Construção Civil ficarem indiferentes perante toda esta situação.
Por isso, os trabalhadores da Construção Civil entram em luta no dia 3 de Março de 1977 com a paralisação do trabalho durante toda a parte de tarde com os seguintes objectivos:
1º - PELA IMEDIATA ENTRADA EM VIGOR DAS TABELAS SALARIAIS;
2º - PELA NEGOCIAÇÃO DO CLAUSULADO COM O PATRONATO.
3º - CONTRA A SABOTAGEM PATRONAL ÀS NEGOCIAÇÕES;
4º - CONTRA OS DESPEDIMENTOS,           

A LUTA CONTINUA!                           
UNIDOS E ORGANIZADOS VENCEREMOS!
                                                    
A Comissão Negociadora Sindical
TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM LUTA PELO C.C.T.V.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo