segunda-feira, 25 de julho de 2016

1976-07-25 - CIRCULAR – DO SECTOR DE AGITAÇÃO E PROPAGANDA AOS NÚCLEOS - UDP

CIRCULAR – DO SECTOR DE AGITAÇÃO E PROPAGANDA AOS NÚCLEOS

A UDP como força dirigente do movimento popular, precisa de estar dotada duna estrutura disciplinada e organizada que duna forma correcta e na hora certa, faça chegar a todo o povo as suas posições revolucionárias, para lhe dar a direcção política e para lhe criar a necessidade de lutar contra a miséria o fascismo e o imperialismo no caminho que aponte decididamente a Democracia Popular.
É neste sentido que o corpo de agitação e propaganda central (do Distrito do Porto), pela primeira vez na história da UDP, ganha corpo, para com eficiência, poder transformar em acções de agitação e propaganda, a linha política da UDP, de forma a dinamizar a acção dos núcleos dando-lhe o apoio técnico e gráfico preciso.
Este corpo de agitação e propaganda, estrutura-se internamente do nodo seguinte:
1 -  Secretariado
O Secretariado do corpo de Agitprop central, funciona ligado directamente ao secretário de Agitprop da distrital, e tem a função de:
- coordenação do trabalho
- dinamização doa diversos sectores e controle de tarefas
- planeamento o organização duma escola de agitadores e propagandistas.
2 -  Sector de agitação oral
Este sector tem a tarefa de organizar um corpo de agitadores de rua, de nodo a que possa a UDP sentir o pulsar da opinião do povo sobre a sua prática a sobre as suas aspirações mais sentidas e de nodo a que passamos dominar em zonas centrais de discussão na maior parte das vezes frente aos fascistas e aos cunhalistas tem portanto este sector as seguintes tarefas;
- agitação na rua
- organizar vendas da "Voz do Povo”
- organizar bancas
3 -  Sector de agitação visual
A agitação visual é a agitação feita por imagens ou legendas. Este sector divide-se em dois sub-sectores:
- gráficos, que têm a tarefa de executar cartazes, murais de parede e outro material desenhado e escrito.
- impressão, que é um sector que imprime o material de propaganda central e que é a base de apoio neste campo aos núcleos.
4 - Sector de concepção e iniciativas
Este sector tem a tarefa de lançar iniciativas gerais e concretas em relação às lutas e movimentações populares que se forem dando e conceber graficamente as directivas lançadas pelo secretariado. ex. lançamento de um cartaz do apoio ao Otelo, um autocolante, etc.
Tem ainda o sector de Agitprop a responsabilidade da organização da distribuição de materiais aos núcleos, da decoração das sedes, quando tiver capacidade humana para concretizar este trabalho.
O corpo central da Agitprop vê como necessidade premente a criação de relações de fraternidade com os camaradas dos vários núcleos, responsáveis por este trabalho.
É no sentido de possibilitar relações mais concretas e eficazes que este - corpo vê a necessidade de em cada núcleo se criar um secretariado de Agitprop que deve ter as seguintes características: 
Este secretariado pertencerá ao secretariado do núcleo, e deve chamar a si vários camaradas para levar a bom terno as directivas e iniciativas centrais e locais, e será o elemento de ligação com a central.
A agitação e propaganda revolucionária assenta no conhecimento concreto dos problemas de cada zona, das suas necessidades e características.
Para isso é preciso que os camaradas conheçam a sua zona como a palma da sua não e é preciso também que o corpo central tenha esse conhecimento.
É, portanto, primeira tarefa séria dos agitadores e propagandistas dos núcleos elaborar, com consciência revolucionara o inquérito que se segue e guardar uma cópia para o seu trabalho.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo