sexta-feira, 16 de junho de 2017

1977-06-16 - AOS TRABALHADORES DO SECTOR TÊXTIL - Sindicato Têxtil de Braga

AOS TRABALHADORES DO SECTOR TÊXTIL

Foi para nós desagradável surpresa e profunda revolta, o que ontem ouvimos, no noticiário da T.V. e hoje lemos nos jornais Diários! Uma nota oficiosa do Governo, marcando a nossa luta, de Cariz POLÍTICO! Só faltou acrescentar que também era PARTIDÁRIA!
Francamente, Senhores do Ministério!...
É preciso ter muito medo dos trabalhadores e muita falta de consideração por eles para terem a coragem de mentir a milhões de portugueses que os ouviram na T.V. e leram nos jornais!
Então é “Politica" a forma de luta que os trabalhadores Têxteis decidiram, para mais uma vez lhes fazer ver, e ouvir, que ao fim de 8 meses de negociação pouco se conseguiu do Patronato, com o vosso apoio descarado a estes, não só em reuniões marcadas, como por leis anti-operárias e imperativas?

— Que vosso Decreto dos 15% (por cento) é uma vergonha, e uma afronta para trabalhadores como nós que desde há já 2 anos a esmagadora maioria só ganham 4.200$00, 4.400$00, 4.700$00 e o custo de vida já aumentou 49%, e assusta-nos prever o quanto subirá durante os 13 meses que durará o C.C.T.U.V. como vós impuseste?
Que agarrados às já ditas leis imperativas o Patronato quer tirarmos regalias com muito esforço já conquistadas e expressas nos actuais Contratos?
Que há um famigerado Decreto 841-C que já originou só no nosso distrito (BRAGA) 371 despedimentos e ainda centenas e Centenas de processos disciplinares, muitos deles por questões ridículas que nos fazem rir, embora com sorriso amarelo, porque fazem sofrer os trabalhadores?
Que não queremos, que nos aconteça como aos metalúrgicos e ou­tros Sectores, que face às vossas Portarias milhares de trabalhadores vão ser despromovidos?
Que muitas mais coisas aqui poderíamos escrever, para provar as vossas MENTIRAS!
— Mas não dizemos, para não bater muito no ceguinho!...
Senhores do Ministério: ganhem vergonha e consciência, e sejam verdadeiros Socialistas!
Nos não ganhamos 35 contos por mês, nem temos Gabinetes, nem carros de luxo com ar condicionado que custaram 800 contos J Temos salários e condições de trabalho de miséria, bicicletas de pedal motorizadas, alguns carros económicos  (também temos direito) e transportes colectivos em mas condições e caros!
Não mintam. Sejam honestos.
Nós trabalhadores somos honestos. Trabalhamos muito para enriquecer o País, e recuperar a economia: Apenas queremos em troca justiça! Condições de vida decentes e salários dignos em troca!
Não brinquem mais connosco, NÃO? Senhores do Ministério do Senhor Gonelha!...

CONTRATO JUSTO, SIM; CONTRATO DE MISÉRIA, NÃO.
A LUTA CONTINUA!
A LUTA CONTINUARÁ! SEMPRE!

GUIMARÃES, 16/6/77
SINDICATO TÊXTIL DO DISTRITO DE BRAGA
A DIRECÇÃO

Sem comentários:

Enviar um comentário

1977-06-00 - ER Boletim Nº 01

O QUE É E PARA QUE SERVE ESTE   BOLETIM Os militantes sem partido da Unidade Popular são um largo conjunto de militantes revolucioná...

Arquivo