segunda-feira, 8 de maio de 2017

1977-05-08 - CIRCULAR - FEML

CIRCULAR

A todos os secretários de células e Comités Locais:
A todos, os quadros da O.R. de Lisboa:

Camaradas!
O facto de até ao dia 10, a organização regional de Lisboa ter entregue à Comissão Central de Fundos, menos de 1/3 da quotização estabelecida numa altura em que o movimento de rectificação geral fruto de algumas vitórias no movimento de massas dos estudantes, começa a desenvolver-se, revela que uma intensa luta ideológica se tem que desenvolver nas nossas células e Comités acerca da situação financeira da nossa organização.

ESCOLA ENTREGOU FALTA ENTREGAR     PERCENTAGEM
DIREITO               -        2.000$00     -      0%
LETRAS -     675$00  -    1.075$00    -    38,6%
HSM                   -        2.000$00     -        0%
CIÊNCIAS             -          600$00      -     0%
S. SAUDE  -     400$00   -     600$00     -     40%
C.I.E.S.  -       1130$00  -     1870$00   -     37,5%
ISE          -       900$00    -  1.350130     -     40%
IST         -         420$00    -     80$00     -     84%
Pioneiros    -     100$00           -           100%
C.L.Z. Ocidental   -          600$00      -     0%
  "    Oriental    -   20$00    -    730$00    -    0,26%
  “    C/Cidade   -   335$00   -    265$00      -    55%
A. Domingues  -       100$00     -      0%
V. Franca       -          600$00      -     0%
T. Vedras         -          200$00     -      0%
Sintra              -          500$00      -     0%
Cooperativa      -    620$00         -     124%
Cascais       -      300$00     -   200$00      -    60%
D. Leonor               -          250$00       -    0%
Luísa Gusmão        -          600$00      -     0%

Pelo quadro anterior, verificamos que algumas células e comités locais ainda não entregaram um tostão, existindo mesmo alguns casos em que os secretários membros do Comité Regional de Lisboa ainda não pagaram a sua quota.
Como podemos então exigir que aos quadros que dirigimos, que eles cumpram os seus deveres, se nós somos os primeiros a não assumir as nossas responsabilidades? Como acontece com a Afonso Domingues, HSM, Faculdade de Ciências? Alguns casos, como a célula da Faculdade de Direito, e comité Local Vila Franca, verifica-se que esta situação vem-se arrastando há já alguns meses, fruto da atitude liberal e irresponsável que os secretários destes organismos tomam em relação aos compromissos que constantemente assumem.
Como se compreende que a célula da Faculdade de Direito até hoje não tenha entregue um tostão, sendo que o mês passado apenas pagou 15% de quota estabelecida? Das duas uma ou os quadros não pagam as quotas o que constitui uma violação de disciplina no nosso Partido, ou esses fundos são centralizados e desviados para outros fins, constituindo dois aspectos de manifestação da mesma linha, a linha que pretende liquidar o Partido, numa altura em que a corrente principal é a da sua edificação, que pretende abafar o desenvolvimento do movimento de rectificação geral numa altura em que começa a desfraldar velas!
Em contrapartida há a realçar alguns casos como a célula do IST e os nossos camaradas Pioneiros Vermelhos que apesar de algumas dificuldades têm procurado sempre cumprir as quotização estabelecida.
Por outro lado há já exemplo de células que superaram os seus objectivos como o caso da Cooperativa Karl Marx onde a percentagem de pagamentos ultrapassa os 100%.
E que dizer dos nossos camaradas do Comité local da Zona Oriental que têm obtido o excelente êxito na Campanha de Adesão ao PCTP e que até agora apenas entregaram 20$00? Há que não defraudar os objectivos desta Campanha, limitando-se o preenchimento dos cartões, ao nome e morada do aderente, sem organizar o apoio que esse aderente pode dar através duma quotização mensal.
Camaradas:
O Comité Regional de Lisboa, considerando a gravidade da situação, decidiu na sua reunião de 8/5/77 estabelecer uma data limite de pagamento da quotização do decorrente mês, sábado, dia 14, até às 21 horas.
É necessário que todos os nossos camaradas se imbuam dum espírito de remover montanhas para que estes objectivos sejam cumpridos até à data indicada.
Sem duvida que este facto constituirá uma machadada para os capitulacionistas e liquidacionistas e para os seguidores dos renegados Crespo e Sanches.

VIVA O MOVIMENTO DE RECTIFICAÇÃO GERAL!
VIVA A FEM-L!
VIVA O PCTP!                                  

COMISSÃO DE FUNDOS DA ORGANIZAÇÃO REGIONAL DE LISBOA DA FEM-L

Sem comentários:

Enviar um comentário

1977-06-00 - América Latina Nº 01 - CALPAL

PLATAFORMA DO COMITÉ DE APOIO ÀS LUTAS DOS POVOS DA AMÉRICA LATINA I - PREÂMBULO Os povos da América Latina vivem sob regimes dita...

Arquivo