sexta-feira, 28 de abril de 2017

1977-04-28 - POR UM 1º DE MAIO DE LUTA REVOLUCIONÁRIA... - PRP-BR

POR UM 1º DE MAIO DE LUTA REVOLUCIONÁRIA CONTRA O AVANÇO DO CAPITALISMO E DO IMPERIALISMO PELO PODER REVOLUCIONÁRIO DOS TRABALHADORES

Aproxima-se o dia 1º de Maio, conhecido pelo povo trabalhador de todo o Mundo, como Dia Mundial dos Trabalhadores. Ao longo dos anos, em toda a parte e neste País também, milhares de trabalhadores, morreram já, neste dia, em luta contra o fascismo, a exploração capitalista, o Imperialismo e pela conquista de uma sociedade socialista.
Hoje, neste País ameaçado, os trabalhadores voltam a estar debaixo do espectro do terror capitalista. Cada dia que passa mais profundamente a fome, a miséria atingem o proletariado e os trabalhadores em geral. São as largas centenas de milhares de desempregados, são os salários e pensões de miséria, é o brutal aumento do custo de vida, são as desocupações de casas, são os ataques violentos à reforma agrária, como ilustra o exemplo da cooperativa “Os Pioneiros” de Cortiços - Macedo de Cavaleiros - são as entregas das empresas aos antigos patrões sabotadores. É a repressão que caminha a passos largos para tempos iguais aos de Salazar/Caetano. É o endividamento e a submissão crescente de Portugal ao Imperialismo, quer através da NATO, quer dos empréstimos. É a libertação de pides e bombistas. É o saneamento e julgamento dos militares revolucionárias que fizeram o 25 de Abril tal como Otelo e outros.
Toda esta política anti-operária é conduzida ou sustentada  o por um governo que falsamente se intitula de democrata e de socialista, por um governo que, na prática, ataca as mais legítimas conquistas e aspirações das classes trabalhadoras.
Enquanto isto, os reformistas com as suas cedências vão contribuindo para que a burguesia recupere facilmente o seu sistema de exploração. O exemplo do Chile tristemente não está longe na história...
Assim, o P.R.P. exorta todos os trabalhadores a transformar este dia numa dura jornada de combate ao capitalismo e ao fascismo, e chama, a atenção para os perigos que representam para os trabalhadores as festas apregoadas pelos reformistas. As mesmas são outro erro que num futuro próximo poderá ser desastroso para o proletariado. Estas manobras de pura diversão não assustam nada a classe exploradora, que até as admite.
Este dia, numa perspectiva revolucionária, terá de passar pelo esforço da construção de uma unidade proletária cada vez mais cerrada. Esta jornada de luta deve relançar a mobilização dos trabalhadoras com vista, à criação de condições para reforçar a unidade e organização revolucionária do proletariado, bem necessárias para a conquista do poder pelos trabalhadores.

PELO REFORÇO DA UNIDADE E ORGANIZAÇÃO REVOLUCIONÁRIA DOS TRABALHADORES!
CONTRA O AUMENTO DO CUSTO DE VIDA, CONTRA O CONGELAMENTO DE SALÁRIOS!
CONTRA O TERRORISMO DA BURGUESIA - VIOLÊNCIA ORGANIZADA DOS TRABALHADORES!
CONTRA O FASCISMO - REVOLUÇÃO SOCIALISTA!
PELA DITADURA DO PROLETARIADO!
POR UM lº DE MAIO REVOLUCIONÁRIO!

Porto, 28 de Abril de 1977
O Secretariado da Direcção da Organização Regional do Norte do PARTIDO REVOLUCIONÁRIO DO PROLETARIADO

Sem comentários:

Enviar um comentário

1977-06-00 - ER Boletim Nº 01

O QUE É E PARA QUE SERVE ESTE   BOLETIM Os militantes sem partido da Unidade Popular são um largo conjunto de militantes revolucioná...

Arquivo