Translate

terça-feira, 4 de abril de 2017

1977-04-04 - O QUE “FEZ” E O QUE NÃO FEZ A C.T. - PCTP - MRPP

Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP)

O QUE “FEZ” E O QUE NÃO FEZ A C.T.

No passado dia 31 teve efeito a reunião de delegados de secção que a CT convocou, sem para o efeito ter elaborado una ordem de trabalhos, no perfeito intuito de manobrar a reunião a seu belo prazer.
Alguns trabalhadores ainda esperavam que esta reunião serviria para dar alguma novidade sobre a tabela salarial, a sindicalização, os despedimentos ou qualquer outros dos problemas com que nos debatemos na fábrica. Três meses após a eleição da CT, esta foi a segunda reunião com os delegados e como tal, na base no que se lá passou impõe-se fazer um balanço do que ela "fez" e do que não fez.
Passemos então a casos concretos:

I - SITUAÇÃO DOS TRABALHADORES DESPEDIDOS
No seu comunicado nº 1, a CT dizia que quanto às recolhas de fundos para os trabalhado despedidos não era a resolução do problema, mas sim a sua reintegração, pela qual ia trabalhar. O que se ficou a saber desta reunião, é que a CT nada tinha feito para a reintegração dos trabalhadores despedidos, e pelo que parece até nem está disposta a fazer nada, pois que ainda há pouco tempo foram despedidos três trabalhadores e ela limitou-se a ignorar o sucedido.

II - TABELA SALARIAL
Embora os trabalhadores tenham uma tabela salarial pela qual já lutaram, esta comissão de trabalhadores tem-na desprezado e ela própria chega ao ridículo de apresentar aos trabalhadores como sua a contra-proposta da direcção. Quanto aos tão prometidos 15% este assunto continua por resolver, levantando a CT uma série do questões, questões essas com os quais nós não temos nada a ver.
Será que os trabalhadores face ao aumento do custe de vida na ordem dos 40% poderão subsistir com os ordenados de miséria aqui praticados?
E o que faz a CT perante isto?

III - SINDICALIZAÇÃO
Do nosso ponto de vista é à volta desta questão que os trabalhadores mais se unem e mais anseios tem de verem resolvido este problema. Mas isto é também um assunto que caiu no saco roto da CT, que sé deve estar à espera da "luz verde" da direcção para iniciar a sindicalização. Sem estarmos sindicalizados muitos dos nossos problemas não serão resolvidos e outros agravar-se-ão, disso podemos nós estar convictos. Não terá a CT resolução para este problema? Devido à importância que a sindicalização tem não pense a CT que ficamos por aqui, viremos pois num próximo comunicado a tratar deste assunto mais detalhadamente.
Quanto à Comissão de Restauração da Industria Aeronáutica embora a CT nos tenha dito no seu primeiro comunicado que os seus trabalhos continuavam, ao certo é que nada se sabe. Tem havido reuniões? O que se lá tem passado? É viável ou não a nossa reintegração na indústria aeronáutica? Tudo isto são questões que podem influenciar a vida da nossa fábrica, como tal os trabalhadores tem necessidade de saber alguma coisa. Ou não será assim?!

V -  SUB-COMISSÕES
Quanto a isto embora nos tenha dito que iria reunir com todas as sub-comissões para assim ter um melhor conhecimento da situação, ao que parece ainda não reuniu e se o fez os trabalhadores ainda o não sabem, e, queremos todos saber não é verdade!?
Sem quê nem por quê foram publicados para votação uns estatutos da Assistência Social, que de boa verdade se diga não passavam dum amontoado de folhas e mesmo assim bastante confusas.
Que á feito do resultado desta votação?
Será que nós votamos e não temos direito a saber os resultados, ou será que a saída dos resultados depende da direcção?

VI-   CONCLUSÃO
Pensamos que para já estes assuntos chegam para os trabalhadores verem qual tem sido a preocupação da CT em resolver os nossos problemas.
É tempo pois dos trabalhadores, face ao actual estado de coisas, perder as ilusões, tirar as lições da sua própria experiência, perguntar onde estão as promessas da CT, e ver quem na prática sempre se colocou à sua frente para a resolução dos problemas mais sentidos na fábrica.
LUTEMOS PELA IMPOSIÇÃO DAS NOSSAS REIVINDICAÇÕES!
VIVA O PARTIDO COMUNISTA DOS TRABALHADORES PORTUGUESES!

Alverca, 04/Abril/77
Célula do PCTP/MRPP, das OGMA

Sem comentários:

Enviar um comentário