quinta-feira, 23 de março de 2017

1977-03-23 - A SOLUÇÃO OPERÁRIA PARA A CRISE É A ÚNICA SOLUÇÃO QUE SERVE OS TRABALHADORES DE ESCRITÓRIO - PCTP/MRPP

PARTIDO COMUNISTA DOS TRABALHADORES PORTUGUESES (PCTP/MRPP)

A SOLUÇÃO OPERÁRIA PARA A CRISE É A ÚNICA SOLUÇÃO QUE SERVE OS TRABALHADORES DE ESCRITÓRIO

Todos ao Grande Comício – 25 Março
Pav. Desportos – 21 h.

CAMARADAS:
O nosso país está abalado por uma profunda crise do sistema que actualmente o rege o sistema capitalista.
As recentes medidas do governo dito socialista, aprovadas na prática, com mais ou menos clareza, por todos os partidos da burguesia, desde o P"C"P ao CDS, mostram bem a preocupação da classe dominante em aumentar o desemprego e a miséria, a doença e a fome do Povo e submeter o nosso País ao imperialismo e ao social imperialismo.
Por um lado, as tentativas de aumento de horário de trabalho, os apelos a novas "batalhas de produção"; por outro, o encerramento fie fábricas, e empresas, o despedimento massiço de trabalhadores.
Ao mesmo, tempo que desvalorizam a moeda e aumentam os bens essenciais à vida do Povo decretam o congelamento da Contratação Colectiva.
No momento em que os trabalhadores se preparam para travar duros combates, não faltarão os pescadores de águas turvas disfarçando-se de opositores às medidas anti-populares do governo, tentando pescar o apoio dos trabalhadores para depois o negociarem com os seus parceiros burgueses.
Esta situação coloca de novo aos trabalhadores, e desta vez de forma mais viva, algumas questões. Qual o balanço da actividade dos Partidos? Que interesses serviram os sucessivos governos dos partidos da burguesia? Qual o caminho que o nosso Partido aponta para a crise?
Alguns trabalhadores adiantam mesmo: "Eu sinto que as medidas do governo não me servem, tenho mesmo vontade de lutar contra elas. MAS HAVERÁ OUTRA SOLUÇÃO PARA A CRISE?"
As promessas são medicamentos que não curam a doença e não matam a fome do Povo.
Os trabalhadores de escritório anseiam por uma estabilidade mas não querem a estabilidade do desemprego e da fome, que quando muito, é a única que o Governo lhes pode dar, só com o derrube do sistema capitalista - o pai das crises e da instabilidade - os trabalhadores poderão alcançar melhores condições de vida e essa medida encontra-se no caminho da solução operária para a crise.
CAMARADAS:
Há outra solução para a crise.
A solução operária que o nosso Partido aponta é mesmo a única que permite resolver a crise a favor dos interesses do Povo. É o caminho da luta dura contra a política de exploração e opressão, da oposição às medidas do Governo, pelo controlo operário, por medidas populares, por um Governo Popular.
O COMITÉ DO PCTP/MRPP PARA OS TRABALHADORES DE ESCRITÓRIO CHAMA TODOS OS TRABALHADORES DE ESCRITÓRIO E TODO O POVO A PARTICIPAREM EM MASSA NO GRANDE COMÍCIO DE 25 DE MARÇO, JORNADA DE DIVULGAÇÃO DA SOLUÇÃO OPERÁRIA PARA A CRISE, DE MOBILIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO PARA AS LUTAS QUE SE TRAVAM E SE VÃO INTENSIFICAR.
O CAMINHO É SINUOSO MAS O FUTURO É LUMINOSO!
TODOS AO COMÍCIO DE 25 DE MARÇO!
CONTRA AS MEDIDAS ANTI-POPULARES DO GOVERNO!
VIVA O POVO!
VIVA O PARTIDO COMUNISTA DOS TRABALHADORES PORTUGUESES!

Lisboa, 23 de Março de 1977
O COMITÉ DO PCTP/MRPP PARA OS TRABALHADORES DE ESCRITÓRIO

Sem comentários:

Enviar um comentário

1977-06-29 - Improp - Suplemento - IV Série - Movimento Estudantil

neste número: O funcionamento da escola nos seus múltiplos aspectos, todos os problemas com que neste momento se debate, foram alvo ...

Arquivo