Translate

sexta-feira, 17 de março de 2017

1977-03-17 - O Grito do Povo Nº 08 - II Série - OCMLP

TELHADOS DE VIDRO

1 — Após a publicação do nosso Programa Mínimo para a Salvação Nacional em 20 de Fevereiro, várias medidas governamentais coincidiram com medidas há muito defendidas pela OCMLP, e sistematizadas no Programa publicado no último número deste jornal.
Poder-se-ia dizer que o Governo se aproxima a passos firmes de uma actuação em defesa da Democracia e do Progresso. Contudo... o essencial está por fazer... E o essencial é que não serão medidas técnicas-financeiras que poderão resolver a situação portuguesa, mas apenas medidas políticas, que em 1º lugar signifiquem uma luta firme e sem tréguas contra a corrupção e a sabotagem social-fascistas, em 2º lugar signifiquem uma verdadeira mobilização democrática, patriótica e revolucionária das massas populares em torno das nossas tarefas imediatas.
Dir-se-ia que há quem tenha medo de varrer com a corrupção, a sabotagem e a nova exploração e opressão social-fascista. Dir-se-ia que há quem tenha medo de tomar posições firmes, de não capitular, de não fazer o jogo do inimigo. Dir-se-ia que há quem tenha telhados de vidro...
2 — Mas o povo português, as massas operárias, camponesas e todos os trabalhadores, não têm telhados frágeis, e estão dispostos a todos os sacrifícios que representem a luta pela realização das nossas tarefas imediatas de salvação nacional. Que se acabem com os bandos fascistas seja qual for a cor com que se encubram, sejam dos «antigos» sejam dos modernos. Que se acabem com os que por todas as formas sabotam, porque apostam na destruição da economia nacional e na nossa subjugação ao estrangeiro, em particular ao social-imperialismo russo. Que se acabe com a actuação dos que — nem carne nem peixe — renegam a vontade das massas populares com uma política de ambiguidade, capitulação e oportunismo, que só serve o reforço dos nossos inimigos. O povo vencerá!

Sem comentários:

Enviar um comentário