Translate

sexta-feira, 3 de março de 2017

1977-03-03 - TRABALHADORES DA METALURGIA E METALOMECÂNICA EM LUTA PELO CCTV - Sindicatos

 TRABALHADORES DA METALURGIA E METALOMECÂNICA EM LUTA PELO CCTV

Camaradas,
Conforme informação da Comissão Sindical de Negociações nos grandes plenários de trabalhadores do sector, realizado no mês de Fevereiro, de Bragança ao Funchal, o nosso Contrato Colectivo de Trabalho encontrava-se na chamada «fase de conciliação».
Mo seguimento das posições de boicote e adiamento sistemático que já utilizaram na negociação, o patronato utilizando os processos mais desonestos e demagógicos, mais uma vez tentava prolongar o possível a resolução do processo, mostrando novamente o seu desprezo pelos justos interesses dos direitos de quem tudo produz.
Desde o dia 16 de Fevereiro, data em que se iniciou a chamada «fase de conciliação», até ao dia o 1 Março data, em que o Comissão Sindical exigiu ao patronato, ou uma proposta de salários honesta e negociável ou a continuação da discussão do restante clausulado, nem uma só cláusula foi aprovada.
A esta posição realista da Comissão Sindical o patronato respondeu uma vez mais pela negativa.
ROMPERAM ASSIM A FASE DE CONCILIAÇÃO!
Durante todos estes dias mais não fizeram que tentar ganhar tempo e avançar propostas que contrariam mesmo a matéria já discutida, aprovada e assinada. O objectivo é claro desestabilizar a situação e brincar com o pão e a dignidade dos trabalhadores.
Depois de terem assinado em acta um compromisso de que o contrato e as novas tabelas teriam efeitos retroactivos a 1 de Junho de setenta e seis, propõe agora que elas entrem em vigor quando o contrato for publicado.
OS PATRÕES QUEREM-NOS ROUBAR!
Enquanto o custo de vida aumenta assustadoramente em cerca de 26%, enquanto as condições de vida e trabalho se degradam de dia para dia, ao mesmo tempo o patronato enche os bolsos recusando-se a pagar o pouco que já acordou.
Contra estas posições reaccionárias do patronato, os trabalhadores de toda a metalurgia e metalomecânica do continente e ilhas, responderão com a força da sua unidade e firmeza, fazendo nas empresas recuar as tentativas de boicote e recuperação capitalista que esses senhores tentam desesperadamente levar a cabo.
A QUEM NOS QUER ROUBAR, RESPONDEREMOS COM A NOSSA LUTA!
Os trabalhadores da indústria metalúrgica e metalomecânica são muitos, a nossa força é grande, e a vontade de luta ficou claramente demonstrada em todo os plenários realizados.
A Comissão Sindical de Negociações, propõe, que de Bragança ao Funchal, os trabalhadores mostrem uma vez mais o desejo que têm de ver resolvido o seu contrato.
A Comissão Sindical de Negociações propõe aos trabalhadores de toda a metalurgia e metalomecânica, DUAS HORAS DE GREVE, no dia 10/3/77.
Das 15 às 17 horas na próxima quinta-feira NINGUÉM TRABALHA!
Que os trabalhadores aproveitem esse tempo de greve para discutirem os problemas do seu contrato.
O CONTRATO É DE TODOS. TODOS TÊM QUE LUTAR!
UM SÓ PAÍS! UM SÓ CONTRATO! UMA SÓ LUTA!
CONTRATO COLECTIVO VERTICAL NACIONAL PARA TODA A METALURGIA E METALOMECÂNICA DO CONTINENTE E ILHAS!
VAMOS AO COMBATE!
GREVE DAS 15 ÀS 17 HORAS, NA QUINTA-FEIRA, DIA 10 DE MARÇO
UNIDOS LUTAREMOS!
UNIDOS VENCEREMOS!

3 de Março de 1977
A COMISSÃO SINDICAL DE NEGOCIAÇÃO

Sem comentários:

Enviar um comentário