Translate

quarta-feira, 1 de março de 2017

1977-03-01 - ADERE AO PCTP - PCTP/MRPP

ADERE AO PCTP

SEGUINDO A ESTEIRA DA GRANDE VITÓRIA QUE FOI A CAMPANHA DOS 2.000 CONTOS DE "FUNDOS DO POVO PARA O JORNAL DA VERDADE"

Revestiu-se de um grande significado político, a grande campanha de "FUNDOS DO POVO PARA O JORNAL DA VERDADE", campanha em que o objectivo foi ultrapassado. Apesar dos ataques desesperados de toda a burguesia, principalmente do partido social-fascista de Barreirinhas Cunhal, que lançou a pedra da "campanha" dos 50.000 contos,         pedra essa que
veio (como se esperava) cair pesadamente sobre a sua cabeçorra reaccionária.
Mas os ataques da burguesia não ficaram por aqui, pois logo que a campanha saiu vitoriosa, o Governo "Socialista" montou uma chantagem de grande envergadura no sentido de calar a voz dos explorados e oprimidos o nosso LUTA POPULAR. Fechou o "Século" e impôs condições altamente provocatórias, como seja a censura ao nosso jornal. Mas como a Classe Operária e o seu Partido nunca vergaram face a que reaccionário fosse, o Jornal da Verdade continua a sair, embora com algumas dificuldades.
Seguindo a esteira desta grande vitoria da Classe Operária e do Povo, o PCTP lançou neste período de 2 meses um movimento de adesão ao Partido.
Esta campanha de grande alcance, e destinada a trazer para as fileiras do PCTP, os elementos do Povo já não iludidos com a demagogia dos partidos traidores e a insuflar sangue novo na vida do Partido.
Todos os operários, camponeses, mulheres trabalhadoras, soldados e marinheiros, a juventude estudantil progressista, devem aderir ao seu Partido, o Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses.
Herdeiro da tradição da luta revolucionária do MRPP, que nunca vergou face a fascistas e a social-fascistas, nunca abandonou nem abandonara o Povo aos seus algozes.
Herdeiro dos exemplos heróicos dos camaradas Ribeiro Santos e Alexandrino de Sousa, o PCTP e efectivamente o estado-maior de combate da Classe Operária e do Povo, para as grandes lutas que começaram e se avizinham.
Sem uma luz, a ciência do Marxismo-Leninismo-Maoismo, sem um Partido Comunista autêntico a dirigir, as lutas do Povo e da Classe Operária ficarão entregues a todos os oportunistas e traidores, a toda a sorte de revisionistas, temos portanto de edificar esse Partido que já existe, edificar o PCTP.
A aderência do Povo às nossas fileiras e um apoio enorme à luta de todos os explorados e oprimidos da nossa pátria pela sua emancipação e pelo triunfo da Revolução Democrática e Popular, rumo ao Socialismo e ao Comunismo.
Adere ao teu Partido, o PCTP/MRPP!
VIVA O PCTP/MRPP!
VIVA A CLASSE OPERÁRIA!
MORTE AO FASCISMO E AO SOCIAL-FASCISMO! VIVA O POVO!
ADERE AO PCTP/MRPP O TEU PARTIDO, O PARTIDO COMUNISTA DOS TRABALHADORES PORTUGUESES!

Lisboa, 1 de Março de 1977
A célula da freguesia de Santa Maria dos Olivais

Sem comentários:

Enviar um comentário