Translate

quarta-feira, 15 de março de 2017

1972-03-15 - 3º ANO EM GREVE - Movimento Estudantil

3º ANO EM GREVE

OS ESTUDANTES DO 3º ANO EM GREVE POR NÃO ESTAREM DISPOSTOS A PAGAR OS TRANSPORTES ENTRE O NOVO EDIFÍCIO E A CIDADE UNIVERSITÁRIA.

Durante o primeiro semestre foi exigido aos estudantes o pagamento de 2$00 pelo bilhete, o que estes recusaram. Face a esta atitude firme dos estudantes, o preço dos bilhetes foi baixado para 1$00, tendo os estudantes continuado a recusar-se a pagar os bilhetes.
Até ao fim do semestre os transportes foram gratuitos. No princípio deste semestre foi-lhes posta a seguinte alternativa ou pagam o bilhete ou deixava de haver autocarros. Não tendo havido modificação da posição dos estudantes, os autocarros foram retirados.
Tendo-se reunião os estudantes decretaram GREVE ÀS AULAS. Face à recusa das autoridades em repor os autocarros, os estudantes do 3º ano, reunidos ontem, compreendendo que só mediante tomadas de posição de força poderiam fazer recuar as autoridades, decidiram prolongar a greve até 2ª feira.
SE HÁ 2.000 CONTOS PARA OS FASCISTAS DO ORFEON, E SE HÁ DINHEIRO PARA OS METER UMA ESPINGARDA NA MÃO E MANDAR-NOS PARA ÁFRICA, PORQUE É QUE NÃO HÁ DINHEIRO PARA UM AUTOCARRO?

A SITUAÇÃO NA FACULDADE DE CIÊNCIAS
A nossa situação na faculdade de Ciências tem-se vindo a agravar progressivamente nos últimos anos: a enorme elevação das percentagens de chumbos, o novo decreto militar, a ausência de época de Outubro e a chamada, as frequências umas em cima das outras e os enormes ritmos de trabalho, etc.
Isto só tem sido possível porque não temos sabido reagir, tal como fazem agora os estudantes do 3º ano, opondo posições de força às manobras das autoridades.
Por isso é importante que apoiemos agora os colegas do 3º ano. Devemos pois como forma activa de apoio ao 3º ano tentar reunirmo-nos e discutir os problemas que mais nos afectam, nomeadamente as frequências obrigatórias.

APOIO AO 3º ANO!
DISCUTAMOS OS NOSSOS PROBLEMAS E TOMEMOS MEDIDAS!

1 E 2º ANOS

Sem comentários:

Enviar um comentário