Translate

quarta-feira, 8 de março de 2017

1972-03-08 - Abaixo a Repressão - Movimento Estudantil

Abaixo a Repressão

O REITOR-POLÍCIA BASÍLIO DA FONSECA EXPULSA UMA ALUNA DO LICEU ANTÓNIO NOBRE

TERESA MEDINA, ESTUDANTE DO 6° ANO, FOI EXPULSA PELO REITOR-POLÍCIA ABÍLIO DA FONSECA, DO LICEU ANTÓNIO NOBRE.

1. OS FACTOS
No dia 24 de Fevereiro, o contínuo vigilante Pires revistou um caderno da colega Teresa tendo encontrado 4 comunicados. Por este motivo foi chamada ao vice-Reitor Tomás que a ameaçou dizendo que quando desconfiassem que tinha mais comunicados a polícia a esperaria à saída do Liceu.
No dia 2 de Março a colega Teresa durante uma aula foi chamada ao Director de Ciclo para dizer o que iria fazer aos 4 comunicados que o vigilante lhe tinham encontrado no caderno uma semana antes. Entretanto a pasta da Teresa Medina foi roubada por ordem do reitor-polícia Abílio da Fonseca, aproveitando a sua ausência da sala de aula.
Acabado o primeiro interrogatório (no Director de Ciclo), foi a Teresa conduzida ao 2 interrogatório - o do reitor Fonseca que já tinha em seu poder a pasta roubada dentro da qual se encontravam 150 boletins “PELA UNIDADE” assinado por 4 Direcções Associativas entre as quais a dos Liceus.
Vendo que a sua pasta tinha sido roubada, a Teresa pagou nela, mas por pouco tempo.... É que, logo o reitor-polícia tratou de a reaver violentamente das mãos da nossa colega. Imediatamente e sem reunir o Conselho Escolar (o que constitui uma ilegalidade) o reitor-polícia expulsou a nossa colega do liceu sendo esta escoltada até à saída pelo corpo dos vigilantes, (reitor e Cia.),
2. INTERPRETAÇÃO DOS FACTOS
Não foi a primeira vez, como não há-de ser a última que as autoridades académicas desempenham com grande zelo funções policiais com as quais pretendem reprimir a direito à livre informação que desde há muito tem vindo a ser exercido pelas AA.EE... "
Impotente para aplicar a mordaça do “exame prévio” à imprensa estudantil, o Governo através das suas autoridades académicas e policiais esforça-se por um lado por impedir que tal conquista se alargue e se alicerce em escolas, como os liceus, onde o direito à informação é conquista recente, por outro lado aproveita todas as debilidades existentes no M.A. nesta ou, naquela Faculdade, nesta ou naquela Academia, para limitar novamente tal direito. Disto são exemplos a tentativa de proibição de distribuição de comunicados nas Faculdades de Ciências, Letras e Medicina no Porto e em toda a Universidade de Coimbra, a criação dos vigilantes, etc..
O que se passou com a nossa colega Teresa Mediria, embora integrado numa ofensiva geral do Governo contra o M.A. e os direitos através dele conquistados pelos estudantes portugueses - direito de informação, direito de reunião, direito de associação — tem no entanto, particularidades que pela sua gravidade convém realçar:
1º. O roubo e violação pelo reitor-polícia Abílio da Fonseca tia pasta da nossa colega.
2º. As arbitrariedades e violências cometidas serem uma constante de toda a actuação do Abílio da Fonseca como reitor daquele Liceu. Disto são exemplos a agressão de um estudante de Economia que em Novembro distribuía comunicados à saída daquele liceu; as suspensões sobre grande número de estudantes e as constantes ameaças aos estudantes que supõe trabalharem na Associação dos estudantes Liceais.
3º Neste caso como em todos as outras manifestações concretas da repressão compete às direcções associativas e a todos os estudantes lutar unida e organizadamente em defesa dos seus direitos e das suas AA.EE. em defesa de todos os estudantes atingidos pela repressão governamental.
Por isso as direcções associativas do Ciências, Engenharia, Letras integrar-se-ão com os estudantes das faculdades que assim o entendam na concentração dos estudantes liceais, convocada pela direcção da Associação dos Liceus, para 6ª FEIRA , DIA 9, ÀS 15 HORAS NO LICEU ANTÓNIO NOBRE.

PELA REINTEGRAÇÃO DA TERESA!
PELO DIREITO DE LIVRE INFORMAÇÃO!
DEMISSÃO DO REITOR POLICIA ABÍLIO DA FONSECA!
LICEUS E FACULDADES UNIDOS!

Porto, 8 de Março de 1972
Direcção da Associação de Ciências.
Direcção da Associação de Engenharia.
Direcção da Associação de Letras.
Direcção da Associação dos Liceus.

Concentração na sexta, dia 9 às 15 h no liceu

Sem comentários:

Enviar um comentário